Marcos Grillo - Tecnologia e Informação
   Administração de maquinas virtuais em VMware 1.0.7 em Shell.

Pessoal, boa tarde

Olha a gente ai novamente falando de maquinas virtuais, mas dessa vez vamos fazer algo diferente, vamos falar um pouco de administração dessas maquias via Shell, é apenas um artigo curto que chamo de DICA, mas deve ajudar quem está utilizando esse mundo maravilhoso da virtualização.

Para que continuemos os artigos anteriores iremos abortar o VMware Server 1.0.7, para completar essa visão.

Adoro o utilitário, que já vem na instalação do software, com o nome de vmrun, até mesmo quando ele foi substituído na versão 2 do VMware Server fiquei chateado... Mas percebi que era para a constante evolução do sistema.

Vou destacar esse utilitário, mas é importante ressaltar o ambiente utilizado:

- Linux CentOS 5.3 64 bits.

- VMware 1.0.7

 

O Comando:

# vmrun [Autenticação] COMMANDOS [PARAMETROS]

 

Autenticação:

-h - Nome Servidor

-P - Porta Servidor

-u - Usuário

-p - Senha

 

 

Em qualquer comando abaixo poderá ser inserido os parâmetros de autenticação acima, vamos considerar a utilização no Shell da maquina servidora.

 

 

Exemplo de comandos úteis:

# /usr/bin/vmrun suspend /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

 Acima o comando vmrun pausa (suspende) a maquina virtual localizada no diretório /vm/maquina_virtual com o nome de maquina_virtual.vmx

 

# /usr/bin/vmrun list

Este comando por sua vez lista as maquina virtuais que está ligadas no momento, muito útil para checar o estado de cada maquina, ou até mesmo para geração de Shell Scripts para a administração automática.

 

# /usr/bin/vmrun stop /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

Com o parâmetro stop, o vmrun desliga a maquina virtual como se você estivesse apertado diretamente o botão de desligar (hard stop).

 

# /usr/bin/vmrun start /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

Com o start o vmrun inicia uma maquina virtual.

Ausente

# /usr/bin/vmrun reset /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

Reinicia a maquina (hard reset), modo nçao indicado de reiniciar um Sistema Operacional.

 

# /usr/bin/vmrun installtools /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

Com o parâmetro de installtools conseguimos instalar o vmtools, que nada mais é que um serviço que agrega algumas facilidades com a interação a maquina virtual, como sincronizar o relógio, entrar e sair da interface sem digitar crtl+alt, etc.

 

# /usr/bin/vmrun snapshot /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

O snapshot é uma ferramenta importante para que possamos tirar uma imagem de nossa maquina virtual antes de qualquer alteração, acho interessante pois se algo der errado revertemos com o comando abaixo:

# /usr/bin/vmrun revertToSnapshot /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

Reparem que o GNU/Linux é case sensitive (diferencia caracteres maiúsculos de minúsculos), e este parâmetro é especial!

 

# /usr/bin/vmrun deleteSnapshot /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

Agora se eu não preciso mais da minha “foto” de estado da maquina, para que não ocupe espaço em disco, conseguimos apagar com o comando acima.

 

# /usr/bin/vmrun upgradevm /vm/maquina_virtual/maquina_virtual.vmx

O upgradevm tem a principal função de converter uma maquina virtual de um software mais antigo para um formato mais novo, geralmente trás muitos ganhos em desempenho.

 

Até a proxima!

Marcos Grillo



Escrito por Marcos Grillo às 13h33
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
HISTÓRICO



OUTROS SITES
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!